Gerenciamento de Riscos Operacionais

Atendendo às disposições da Resolução nº CMN 3380/06, a GUITTA CORRETORA DE CÂMBIO tem estrutura de gerenciamento capacitada a identificar, avaliar, monitorar, controlar e mitigar seus riscos, inclusive aqueles decorrentes de serviços terceirizados. Sua estrutura de gerenciamento está suportada por:

Diretoria − Responsável pela aprovação e revisão periódica da Política de Gerenciamento de Riscos Operacionais, por assegurar que a estrutura está devidamente implementada e é apropriada para suas atividades, provendo-a com recursos adequados.

Clezio Corneta − Diretor Responsável por Riscos Operacionais − indicado a representar a Corretora junto ao Banco Central, responsável por definir as políticas e objetivos gerais e respaldar a Alta Administração com informações relevantes sobre a implementação e gerenciamento dos riscos operacionais.

Eduardo Satiro dos Santos − Gestor Responsável por Riscos Operacionais – designado pelo Diretor Responsável para implementar e gerenciar a estrutura de gerenciamento de riscos operacionais e os seus principais componentes relacionados ao Ambiente de Controle, Avaliação de Riscos e Controles, Atividades de Controle, Monitoramento e Correção de Deficiências, bem como o processo de Informação e Comunicação, em unidade específica e exercendo suas funções de forma independente daquelas relacionadas à auditoria interna prevista na Resolução nº CMN 2554/98.

A estrutura de Gerenciamento de Riscos Operacionais contempla uma Matriz de Riscos e Controles para padronizar a linguagem e facilitar o entendimento de todos os funcionários.

Essa estrutura, integrada com o sistema de controles internos, registra eventuais perdas operacionais, realiza avaliações periódicas de suas atividades e processos, identifica os riscos inerentes e a efetividade dos controles praticados, e, quando necessário, executa planos de ação para mitigar os riscos identificados e aprimorar os controles, resultando em menor exposição a riscos.

Adicionalmente, com o objetivo de aprimorar o processo de gerenciamento de riscos de produtos, processos e operações, a Corretora utiliza um sistema automatizado e estruturado de avaliação. Os Registros de Ocorrência de Perdas, os processos de avaliação de riscos, controles, informação e comunicação são contemplados no Sistema GOV eCompliance.

Assim, em cumprimento às disposições da Resolução nº CMN 3.380/06, a Corretora gerencia seus riscos operacionais em total consonância com as disposições regulamentares e as melhores práticas do mercado.

A Diretoria está plenamente engajada no processo, definiu e aprovou a política de gerenciamento e disponibilizou adequados recursos humanos e materiais. É responsável pelas informações e promoveu ampla divulgação aos clientes e colaboradores em seu site na rede mundial de computadores.

Voltar